Unbound Marketing

No Comments

Unbound Marketing é uma metodologia criada por Rafael Kiso – fundador da mLabs que promove uma perfeita abordagem que junta os esforços do inbound com o outbound.

O que é Inbound Marketing

A estratégia de Inbound Marketing combina a criação de conteúdo com automação de marketing e possui uma metodologia baseada em quatro ações:

• Atrair o tráfego de visitantes;
• Converter visitantes em leads;
• Fechar: transformar leads em clientes;
• Encantar os clientes para que se tornem promotores da sua marca.

Todas essas etapas são feitas por meio de ações e técnicas integradas (SEO, blog, mídias sociais, e-mail marketing, landing pages, etc), que são monitoradas por uma ferramenta, assim é possível mensurar e analisar os resultados, para que as táticas sejam aprimoradas continuamente.

O que é Outbound Marketing

O Outbound Marketing é um conjunto de estratégias de marketing baseado em propagandas interruptivas e veiculadas nos meios tradicionais de mídia de massa.

A ideia, no Outbound, é impactar massivamente através de propagandas, outdoors, mídia de distração, telemarketing, cold e-mails e etc.

No novo conceito, o processo de prospecção ativa passa a ocorrer nos canais digitais – especialmente redes sociais – e se vale de recursos de segmentação avançados, considerando o perfil do cliente em potencial. De toda forma, continua se valendo de mídia paga e interruptiva.

Enquanto no inbound você cria mecanismos para atrair os potenciais clientes, no outbound você identifica o perfil dos potenciais clientes e começa a abordá-los.

Unbound Marketing

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Alexandria Marketing (@alexandriamarketing) em

O Unbound Marketing integra Inbound e Outbound como forma de otimizar resultados, tendo como cenário principal de suas ações as redes sociais.

Para isso, Kiso em sua elaboração se apropria da teoria ZMOT e para criar um modelo sequencial de táticas de Inbound e Outbound Marketing que visam conduzir o potencial cliente em sua jornada de compra.

O uso de storytelling e técnicas de neuromarketing para a produção do conteúdo também caracterizam o Unbound Marketing.

Framework do Unbound Marketing

framework-do-Unbound-Marketing - Alexandria Marketing

Fonte: mLabs

Primeiro passo: Awareness

No primeiro passo do framework do Unbound Marketing, uma marca já deve ter consciência de:

– quem é seu público;
– como é a sua jornada;
– qual é a experiência ela quer que ele tenha com o produto ou serviço.

Como o cenário onde os gatilhos do Unbound acontecem são, majoritariamente, as redes sociais, é preciso pensar em mídia.

Aqui, estamos falando dos anúncios que serão veiculados nas redes sociais e que funcionarão como estímulo para o próximo passo, o de descoberta.

Segundo passo: Descoberta

A partir da descoberta, o usuário começa a buscar insumos para tomar uma decisão de compra. Ele está considerando, validando hipóteses e se relacionando ativamente com a marca.

Nesta fase, Inbound e Outbound Marketing atuam de forma conjunta. O objetivo de mídia aqui ainda deve ser Alcance.

Terceiro passo: Ação

O próximo momento, após a descoberta e consideração, é a ação.

Ela pode ser uma compra, um download de um ebook, a inscrição em um newsletter, o preenchimento de um formulário, etc.

Como estamos falando de ação, o objetivo de mídia aqui deve ser Conversão. Com isso, a rede social otimizará o anúncio para que ele chegue a pessoas parecidas com as que já compraram ou converteram em um botão de Saiba Mais, Curtir, etc.

Quarto passo: Experiência Própria

Após a compra, o cliente tem, de fato, sua primeira impressão do produto e da marca.

Ele é capaz de analisar de forma mais profunda se toda informação que ele acessou sobre aquilo corresponde, ou não, à realidade. E o objetivo de mídia aqui deve ser Engajamento.

Obviamente, as chances de um cliente interagir com um post da marca são muito maiores do que as de um desconhecido fazer isso.  Esse cliente já tem uma opinião sobre a marca para compartilhar e fará isso quando tiver uma boa oportunidade.

Se os esforços da marca para proporcionar a melhor experiência para o cliente e o conhecimento da jornada tiverem sido reais, a impressão sobre ela certamente será positiva.

Quinto passo: Experiência compartilhada

O quinto passo é onde uma marca ganha seu principal ativo: o conteúdo gerado pelo usuário, ou UGC.

Ao compartilhar sua experiência nas redes sociais de forma massiva, o cliente produz grande parte do conteúdo necessário para estimular novas pessoas à busca.

Mas, novamente, esse compartilhamento não precisa ser absolutamente espontâneo, como ocorre no Inbound Marketing.

Usar mídia paga nas redes sociais para fomentar isso é uma forma de otimizar o ciclo, estimulando os fãs da marca a criarem conteúdo novo.

Campanhas, promoções, sorteios e concursos são algumas formas de estimular o compartilhamento.

Lançar mão de recompensas também é uma alternativa válida. Estratégias de benefícios, premiações e member get member são algumas possibilidades.

Lembre-se…

A proposta do Unbound Marketing é justamente permitir que você una as estratégias de Inbound e Outbound para otimizar seus resultados e, claro, vender mais. Mas, como você pôde ver, existe uma lógica a ser seguida para que isso dê certo.

Profissional de Marketing, Especialista em Comunicação e Marketing em Mídias Digitais, com 4 anos de experiência em Marketing Digital.

Sobre nós e este blog

Somos uma empresa de marketing digital com foco em ajudar nossos clientes a alcançar grandes resultados.

Solicite um orçamento

Oferecemos serviços profissionais que ajudam a sua empresa se destacar usando os meios digitais.

Inscreva-se em nossa lista!

Os campos marcados com * são obrigatórios

Últimas publicações

Veja todas as publicações
No Comments
 

Deixe um comentário